segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Reportagem do Prêmio Darcy Ribeiro

Entrevista do Programa TOPA

Dona Josefa foi alfabetizada no Programa TOPA e agora esta estudando na EJA no município de Coronel João Sá.


quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Programa Estadual Todos pela Alfabetização recebe prêmio nacional

O Programa Todos Pela Alfabetização (Topa), desenvolvido pelo Governo do Estado da Bahia, por meio da Secretaria da Educação e em parceria com o governo federal e os municípios, recebeu nesta quarta-feira (26), em Brasília (DF), o Prêmio Darcy Ribeiro de Educação. A iniciativa da Comissão de Educação e Cultura da Câmara Federal é um reconhecimento a instituições que se destacaram na defesa e promoção da educação no país.

Com números que impressionam os especialistas em educação, o Topa foi homenageado por ser o maior programa voltado para a redução do analfabetismo no Brasil. O prêmio entregue durante sessão solene no Salão Nobre da Câmara dos Deputados, no Congresso Nacional, foi recebido pelo governador Jaques Wagner.

Ele agradeceu o reconhecimento da Câmara e disse que o prêmio é um grande estímulo para todos que trabalham com a educação no estado. “É uma honra receber um prêmio com o nome de Darcy Ribeiro, um brasileiro que se destacou na área da educação. A Bahia, terra de Rui Barbosa, Castro Alves e Anísio Teixeira, tinha o título de campeã do analfabetismo entre pessoas com mais de 15 anos. Agora, mostramos que, com empenho e um programa arrojado, é possível acabar com esse problema histórico”.

De acordo com o governador, o programa continuará, e agora com mais entusiasmo depois do prêmio. “Esse reconhecimento mostra que estamos no caminho certo. Em quatro anos e seis meses devemos chegar a marca de um milhão de alfabetizados, o que orgulha a todos nós”.

A presidente da Comissão de Educação da Câmara, deputada Fátima Bezerra, explicou que o Topa foi escolhido por sua eficiência na redução do índice de analfabetismo. “É um programa que promove a cidadania, e a homenagem é mais que merecida. Moramos num país com altos índices de analfabetismo, cerca de 10% na média nacional, e 20% no Nordeste. Daí porque essa iniciativa da Bahia é muito oportuna”.

Responsável pela condução do programa, o secretário da Educação do Estado, Osvaldo Barreto, disse que reconhecimento aumenta a responsabilidade. “Vamos continuar trabalhando para acabar com o analfabetismo na Bahia. Esse prêmio, além de nos estimular, fez crescer o nosso compromisso com a causa”.

Estiveram presentes na cerimônia os deputados federais Amauri Teixeira, Nelson Pelegrino, Luís Alberto, Rui Costa e Valdenor Pereira, os senadores Walter Pinheiro e Lídice da Mata, o secretário de Planejamento do Estado, Zézeu Ribeiro, e o ministro do Desenvolvimento Agrário, Afonso Florence.

Números comprovam eficiência do maior programa de alfabetização

Estado que historicamente possuiu o maior número de analfabetos do país, a Bahia está conseguindo mudar essa realidade com o Topa. Lançado em 2007, o programa já alfabetizou 841 mil pessoas em várias regiões do estado.Formatado para chegar às localidades mais distantes, o programa conta com a parceria de prefeituras, associações comunitárias e movimentos sociais, que disponibilizam locais para a realização das aulas, e mobilizam as comunidades para a importância da alfabetização. Atualmente, 675 entidades participam do Topa, que chegou a 407 dos 417 municípios baianos.

O programa está em sua quarta etapa, com 251 mil alunos matriculados e frequentando as aulas. O curso dura oito meses e todo o material didático é fornecido pelo Estado. Cada turma tem, no máximo, 15 alunos, e para garantir ainda mais a eficiência, os professores passam por uma capacitação.

Com uma proposta pedagógica que valoriza a experiência de vida e os conhecimentos dos alfabetizandos, o Topa possibilita o acesso à leitura e à escrita a partir da realidade social dos alunos. “Nós trabalhamos muito o dia a dia deles, os textos trazem sempre questões ligadas à família, ao bairro, de forma que essa proximidade facilite o entendimento”, explica a professora Maria Carmem, que ensina na escola Fonte do Capim, no bairro de San Martim, em Salvador.

Histórias de superação e força de vontade para ler e escrever

Em quatro anos de funcionamento, o Topa mudou a vida de muita gente e produziu histórias incríveis de força de vontade e de superação. Dona Enedina, moradora de Ilhéus, que aos 100 anos foi alfabetizada, é o maior exemplo. Sem nunca ter entrado numa sala de aula, ela encontrou coragem para aprender a ler e escrever. As dificuldades para se locomover, ouvir e até enxergar não foram obstáculo para que realizasse o sonho de conhecer as palavras.

Assim, a exemplo dela, milhares de baianos que em idade escolar não tiveram a oportunidade de frequentar a escola, entraram numa sala de aula pela primeira vez. Dona Maria Inês, 63, moradora de Salvador, é outro exemplo. Ela concluiu o curso no fim de 2010. Durante oito meses foi à escola todos os dias e assim que terminou procurou a professora e disse - “quero continuar a estudar”.

Hoje, Dona Maria Inês está matriculada no Programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA), onde os alunos do Topa podem continuar sua formação. Essa inclusive é uma das metas do programa, estimular os estudantes a se manterem na escola.

Premiação

O Prêmio Darcy Ribeiro de Educação é concedido anualmente desde o ano 2000 e os indicados são selecionados pela Comissão de Educação da Câmara. Além do Topa, receberam a premiação, a Escola Sesc de Ensino Médio, em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, e o Instituto Guga Kuerten, em Santa Catarina. Eles foram escolhidos dentre as 20 indicações apresentadas pelos parlamentares. O Topa foi indicado para premiação pelo senador Walter Pinheiro.




Fonte:http://www.comunicacao.ba.gov.br/noticias/2011/10/26/programa-estadual-todos-pela-alfabetizacao-recebe-premio-nacional

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Atendimento oftalmológico gratuito em Serra do Ramalho

A cidade de Serra do Ramalho contará com atendimentos oftalmológicos de mais uma etapa do projeto Saúde em Movimento, da Secretaria Estadual da Saúde (Sesab). Os exames e consultas são gratuitos e serão realizados deste sábado, 15, a terça-feira, 18.

No total, serão disponibilizados três mil atendimentos, sendo que mil são para alunos do Programa Todos pela Alfabetização (Topa) e dois mil para pessoas acima de 60 anos. A equipe que prestará o serviço é composta por médicos, técnicos e assistentes. Além dos exames, serão realizadas cirurgias.

Os trabalhos prestados contemplam ainda os municípios da microrregião de Santa Maria da Vitória (Canápolis, Cocos, Coribe, Correntina, Feira da Mata, Jaborandi, Santana, São Félix do Coribe, Serra Dourada e Sítio do Mato).

Fonte: http://www.atarde.com.br/cidades/noticia.jsf?id=5775850

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Encontro Estadual dos Supervisores Regionais do Programa TOPA

Nos dias 6 e 7 outubro foi realizado em Salvador o Encontro Estadual dos Supervisores do Programa TOPA. Nesse encontro, houve uma avaliação sobre a IV Etapa, seus avanços e impasses; e orientações sobre a organização da V etapa.

Iniciando o processo de mobilização da V etapa. Temos um calendário apertado, que segue a agenda do MEC, pois o TOPA faz parte do Brasil Alfabetizado do Governo Federal. O Brasil Alfabetizado (nosso caso TOPA) funciona orientado por resoluções do MEC/FNDE, bem como pela Legislação Educacional vigente. A V Etapa está sendo orientada pela Resolução CD/FNDE Nº 32 de 1º de Julho de 2011, que “Estabelece orientações, critérios e procedimentos relativos à transferência automática a estados, municípios e ao Distrito Federal dos recursos financeiros do Programa Brasil Alfabetizado no exercício de 2011, bem como ao pagamento de bolsas aos voluntários que atuam no programa.”

Calendário de organização da V Etapa

Outubro. Faremos a mobilização das entidades e prefeitura, que, por sua vez, farão o recrutamento dos coordenadores, alfabetizadores e o cadastro (informal) dos alunos.

Novembro.
Realizaremos a adesão das entidades. Quem pode participar? Qualquer entidade da sociedade civil sem fins lucrativos que seja devidamente registrada, possua CNPJ, tenha no mínimo um ano de existência legal. O que o dirigente interessado deve fazer? Primeiro, analisar internamente se a sua entidade tem relação com o público do topa: pessoas acima de 15 anos analfabetas; constatada essa relação social, ver se é possível mobilizar alunos e professores; lembrando que as pessoas atuarão no topa na condição de voluntários, não existe nenhuma obrigação trabalhista, não é pago nenhuma remuneração. O que o programa oferece é uma bolsa, uma ajuda de custo, no valor de 500 reais para o coordenador (a), que deve ter formação em nível superior em educação, já concluído ou em curso; e 250 reais para o alfabetizador (a), que dever ter, no mínimo, formação de nível médio completo. Ambos devem ter experiência anterior em educação, preferencialmente, em educação de jovens e adultos. Após esse processo, o líder de entidade deve procurar o supervisor do topa para acertar a adesão. A prefeitura deve entrar em contato com a Coordenação Geral do Programa.

Dezembro/fevereiro.
Cadastramento das turmas na direc e prefeituras.

Março (perspectiva) -
Final do cadastramento e início das aulas com os professores que já fizeram a formação de 40h.

Apesar do esforço que os municípios, o Estado da Bahia, prefeituras e as entidades da sociedade civil organizada vêm empreendendo para superar o analfabetismo, o número de analfabetos ainda é grande, esses números, por si só, já dispensam maiores argumentos a favor da continuidade do TOPA na Bahia e servem, evidentemente, para conclamar às organizações governamentais e não-governamentais a continuarem firmes nessa luta para assegurar a cidadania,o direito à educação a todos.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Grande Festa do Dia dos Idosos em Itabuna - DIREC 7

A linda festa do topa comemorando O Dia Nacional do Idoso


No último sábado, primeiro outubro, o TOPA/ Direc 7 realizou em Itabuna, no auditório da FTC, um lindo encontro para homenagear os alunos do programa, no Dia Nacional do Idoso. O encontro reuniu mais de 300 pessoas, com alunos, professores e coordenadores de vários municípios da região cacaueira.

Logo na chegada, tratamento vip com degustação dos produtos feitos por estudantes do Curso de Nutrição e com exames realizados pelos alunos do Curso de Enfermagem, ambos do CEEP do de Itabuna.
O encontrou iniciou com muita alegria e integração, com uma dinâmica de grupo animada pela professora Eliúde. A dinâmica mexeu com a auto-estima, todos abraçando a si mesmo como alguém importante, para, logo depois, abraçar os outros.

A saudação inicial foi feita, de forma muito entusiasmada, pelo Diretor da API de Itabuna, professor João; pela representante da Associação de Moradores Unidos do Morro de Pau-Brasil, professora Raimunda Lúcia; pela Diretora da CODEB/Direc 7, professora Ivone Miranda; pela coordenadora da Unidade formadora do TOPA/UESC, professora Gilvânia; e pelo supervisor do topa, professor Noel Costa.
Foi um momento de festa e de reflexão. A Gerente executiva do INSS de Itabuna, Ariádene Gonçalves Pitanga, falou sobre Os direitos fundamentais do idoso. O bancário, funcionário do Banco do Brasil, Srº Jorimar Xavier de Castro, fez uma exposição sobre O idoso e o serviço bancário.

O jornalista Paulo Lima, do Conselho municipal do Idoso de Itabuna, fez esclarecimentos importantíssimos sobre O papel do Conselho do Idoso e presenteou o público com um dos seus poemas: Velho.

VELHO
Velho é o sol. Entretanto, continua sendo a maior fonte de energia e calor da nossa galáxia.
Velho é o vento, mas produz a brisa que beija a face da criança, a impulsividade do jovem e os cabelos brancos do idoso.
Velho é o oceano, que se renova a cada tempestade e cujas ondas do mar beijam a praia e deixa a espuma branca como símbolo da paz.
Velho é o gorjear dos pássaros através do milênio, cujos pardais, com sua sinfonia matinal, acalentam o sono da criança e desperta o adulto para a luta diária da sobrevivência.
Velhas, são as árvores milenares, cujos cedros do Líbano produziram as naus fenícias, fazendo daquele povo os maiores navegadores das civilizações antigas.
Não foi um velho, mas um jovem de 22 anos, chamado Nero que ateou fogo em Roma, enquanto um homem de 80 anos, chamado Goethe produziu “O Fausto” uma das maiores obras da literatura universal.
Velho é Deus, que se renova a cada manhã, a cada alvorada e a cada crepúsculo, nas estações do ano, no oxigênio que respiramos, na velocidade do nosso pensamento; porque Deus é velho, é moço, é criança, é adulto, é homem, é mulher, na obra fantástica da sua criação. Portanto, o que existe é Deus, que é hoje, ontem e amanhã. Não tem começo e não tem fim. Ele é a criação se perpetuando, se multiplicando sem limite de tempo e de espaço.
Ele é o que é

























A animação do encontro ficou por conta do cantor Adroaldo de Itabuna e do Grupo Vocal Adonai. As pessoas cantaram, se emocionaram numa integração respeitosa do sagrado com o profano, num clima ecumênico.
Ponto alto do encontro, o momento da entrega dos presentes. Todos os alunos saíram com um presente do encontro. Esses presentes foram adquiridos de várias formas: comprados pelos próprios professores e coordenadores ou doação do comércio regional. Muita coisa boa e útil: panela de pressão, ferro de passar, liquidificador, rádio AM/FM, garrafa térmica, etc.

A festa continua. Na saída, um saboroso lanche, preparado por mãos generosas. Tudo muito caprichado, com o sabor e a beleza que todos nós merecemos, nada de coisa pobre para os pobres, o povo merece ser tratado com respeito e dignidade. Essa foi a filosofia que orientou toda a produção do encontro.


Salve os alunos do topa! Salve os idosos! Salve os oito anos de existência do Estatuto do Idoso.

Agradecimentos:

A todos os alunos que deixaram seus lares em pleno sábado à tarde, momento de descanso. Às prefeituras que cederam ônibus (Buerarema, Itapé, Pau-Brasil, Ubaitaba); A FTC, pelo espaço e apoio; a todos os comerciantes que enviaram presentes. Aos estudantes do CEEP de Itabuna. Aos nossos artistas: Adroaldo e ao Grupo vocal Adonai. Aos nossos expositores. Aos funcionários da Direc 7.

Parabéns

Parabéns ao time do topa pelo excelente trabalho: alfabetizadores, coordenadores, secretários de educação, líderes de entidade, unidade formadora, digitadoras. Quando todo mundo topa, a mudança acontece!


Noel Costa dos Santos

Supervisor Regional do TOPA

Fonte: http://topadirec7.blogspot.com/

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Prefeitura de Pindaí em parceria com o TOPA realiza entrega de óculos

Nesta quinta-feira, dia 29 de setembro de 2011 representantes
da Secretaria de educação juntamente com a equipe do programa TOPA em Pindaí, reuniram-se no salão paroquial para cerimônia de entrega dos óculos aos alunos do TOPA outrora contemplados pelo programa de atenção oftalmológica.

Em seu pronunciamento a secretária de educação Eliara Cristina agradeceu a todos que contribuíram para culminância de todas as etapas do programa, frisando a importância do mesmo no processo educacional dos munícipes que por motivos específicos não obtiveram oportunidade de alfabetização em outros tempos, por fim afirmou ‘’nunca é tarde para construir conhecimento’’ e parabenizou os alunos pelo esforço e determinação.

A cerimônia finalizou-se com a exposição de vídeos relatando depoimentos verídicos dos benefícios proporcionados pelo programa na vida de estudantes em diversas cidades do Brasil.

O TOPA - Todos Pela Alfabetização é um Programa do Brasil Alfabetizado de fortalecimento da alfabetização, favorecendo o acesso à educação da população de jovens, adultos e idosos com mais de 15 anos de idade que não tiveram oportunidade de freqüentar a escola. O programa desenvolve-se em parceria com estados, municípios, instituições de ensino superior e organizaçõesda sociedade civil. A Prefeitura Municipal de Pindaí já participou das 4 Etapas oferecidas pelo programa e já está se empenhando para aderir à 5ª Etapa.

Além de alfabetização o programa TOPA também oferece Atenção Oftalmológica que é de responsabilidade da Secretaria Estadual da Saúde SESAB em parceria com a Prefeitura, que consiste em oferecer consulta, fornecimento de óculos e encaminhamento para intervenções de maior complexidade, com o objetivo dos alunos terem melhores condições visuais para se alfabetizarem.

No total foram entregues 50 óculos pela coordenadora Lucinéia Santana e a Secretária de Educação Eliara Cristina, os óculos eram entregues após uma avaliação oftalmológica feita por especialistas onde o aluno escolhia a cor e o designe estrutural do mesmo. Esboçando grande alegria os alunos beneficiados comemoraram e já assinaram o termo de recebimento utilizando os novos óculos.

Fonte: http://www.tribunapopulargbi.com.br/?lk=4&id=13467



Barreiras e Microregião de Ibotirama recebem o Saúde em Movimento

Começa nesta quarta-fera (5) mais uma etapa da estratégia Saúde em Movimento.
Desta vez, o público alvo serão pessoas com mais de 60 anos do município de Barreiras e microregião de Ibotirama, compreendendo os municípios de Barra, Brotas de Macaúbas, Buritirama, Ibotirama, Ipupiara, Morpará, Muquem do São Francisco, Oliveira dos Brejinhos e Paratinga. Assim, a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), beneficiará uma população de 29.558 pessoas dentro da faixa etária indicada, que necessitam de consulta oftalmológica ou cirurgia de catarata.

De acordo com a coordenadora do programa, Cláudia Almeida que também é diretora de Controle da Superintendência de Gestão de Sistemas de Regulação da Sesab, o programa acontece no período de 5 a 12, sendo que as cirurgias começam a ser realizadas a partir de sexta-feira (7).

Serão disponibilizadas três mil consultas sendo mil para alunos do Programa TOPA (Todos Pela Alfabetização), duas mil consultas para usuário SUS acima de 60 anos e mil cirurgias de catarata. Os pacienetes realizaram todos os exames relacionados à cirurgia oftalmológica ou cirurgia de catarata, além do colírio que deverá ser utilizado nos primeiros quinze dias do pós-hoperatório, para todos os pacientes submetidos à cirurgia de catarata.

O Saúde de Movimento, estratégia iniciada em outubro de 2009, pelo Governo do Estado da Bahia, atravéz da Sesab, tem como objetivo levar ações de saúde as diversas regiões do interior do Estado necessitadas deste tipo de atendimento. Nesta nova etapa, já foram realizados atendimentos em Teixeira de Freitas, Santa Cruz de Cabralia e Luis Eduado Magalhães.

Fonte: http://www.novoeste.com/index.php?page=destaque&op=readNews&id=1202&title=Barreiras-e-microrregiao-de-Ibotirama-recebem-o-Saude-em-Movimento