quarta-feira, 13 de julho de 2011

Forró do TOPA na DIREC 16 - Jacobina

Aconteceu na terça-feira (28/07), na ABECERV (Associação Beneficente Cultural Esportiva e Recreativa Varzeana) o 3º Arraiá do TOPA (Todos pela Alfabetização), os alunos de Nova Esperança, Barra Nova, Lajinha, Fazenda Gitirana e Várzea do Poço tiveram a oportunidade de mostrar os artesanatos feitos por eles, dava para sentir a alegria no rosto de mostrar a capacidade de criar. A coordenadora de 17 turmas do projeto Verbena Matos falou da importância do TOPA em nosso município, a alegria de um aluno quando é alfabetizado ele se sente mais cidadão, logo troca os documentos pessoais de não alfabetizado pelos que contém a sua assinatura.

Depois da amostra dos artesanatos os alunos da 4ª etapa foram cantar roda e dançar forró, foram servidos licores e comidas típicas. Estiveram presentes Márcio Argolo e Paulo da Secretaria de Educação do Estado da Bahia a supervisora do TOPA, Maria Bethânia representando a DIREC 16 e Eliana Bacelar representando a ABECERV.



video

Aula inaugural do programa Todos pela Alfabetização (Topa) acontece no Calabar

Moradores do Calabar participaram nesta terça-feira (12) da aula inaugural do programa Todos pela Alfabetização (Topa). A atividade começa a partir das 18h30, na Escola Aberta do Calabar, com uma turma composta por 21 alfabetizandos.

A Secretaria de Educação fará uma apresentação do programa aos alunos, ressaltando a importância de cada um deles neste processo de alfabetização, tendo em vista a transformação de toda a comunidade.

O Topa no Calabar é mais uma ação do governo estadual para proporcionar uma mudança social na região, que já foi atendida também por serviços de saúde, sociais, culturais e de segurança, com a instalação na localidade da primeira base comunitária de segurança de Salvador.

Números - De 2007 até agora, o programa Todos pela Alfabetização já beneficiou 936 mil pessoas no estado graças à parceria com as prefeituras e entidades dos movimentos sociais e sindicais, além de universidades públicas e privadas. A meta do governo é alfabetizar mais um milhão de pessoas nos próximos quatro anos.